[Resenha] Belle, de Lesley Pearse


Quando eu recebi esse livro, eu fiquei em dúvida se eu gostaria da história ou não. Afinal, era uma premissa super interessante, mas até aí, conheço vários livros que ficam só na promessa. A história tem como protagonista a própria Belle, uma personagem forte, feminina e muita à frente de seu tempo. Eu gostei de que, apesar de viver numa sociedade extremamente machista – afinal, o livro se passa no começo do século 20 –, Belle não é uma costumeira garota.

E o mais interessante mesmo é ver como, em alguns centenas de páginas, ela vai evoluindo, sofrendo e mudando a personalidade. Apesar do livro tomar certos rumos que eu não esperava, eu gostei bastante da narração – era gostosa, e eu lia o livro sem pressa.

Mas o que eu vi várias pessoas comentando foi a presença de sexo no livro e eu, que não sou muito acostumada, poderia ficar desconfortável, mas na realidade, dado o contexto, achei muito bem colocado e descrito. Afinal, toda a história tem esse pé nesse tema e seria impossível – e irreal – evitar tal assunto.

Em livros grandes, é normal ter várias reviravoltas e, nesse quesito, Belle não desaponta. Lesley caprichou na escrita e eu, que criei afeto por vários personagens inusitados, fiquei surpresa, nervosa e com o coração dolorido várias vezes. Os personagens são ótimos, aliás, nesse livro, porque nenhum deles é completamente mal ou o são sem motivo, por assim dizer. Todos já sofreram grandes baques da vida, sejam perdas de pessoas importantes, falta de amor, há de tudo, mas na maioria das vezes, eles também são as pessoas que menos julgamento fazem de outras.

Belle é um bom livro, um pouco longo demais, talvez, mas que ao mesmo tempo, entrega tantos acontecimentos que você simplesmente torce para que a protagonista se dê bem, porque, afinal, não é possível alguém sofrer tanto sem encontrar um final feliz depois! Haha!

P.S.: Minha resenha ficou esquisita, eu sei, mas é que é um mix de sentimentos difícil de pôr no papel – ou, no caso, no Word.


Autor(a): Lesley Pearse
Editora: Novo Conceito
Ano: 2011 (original) - 2012 (Brasil)
Páginas: 624 (original) - 560 (Brasil)
Nome original: Belle
Coleção: -

0 viajantes:

Postar um comentário

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.