[Resenha] Conselho de Amiga, de Siobhan Vivian


Eu já li outro livro da Siobhan e, apesar de não ter achado algo incrível, não dá pra negar que ela tem sim um pouco de talento para falar das coisas. Então, quando vi esse lançamento, fiquei mais animada, afinal, a sinopse já tinha me interessado bem mais que a do anterior.


A história conta sobre a vida de Ruby, uma menina que acabou de completar 16 anos, e vive só com sua mãe, pois seu pai foi embora há muito tempo. Ela tem duas amigas, Maria, uma fofoqueira bem feliz e Beth, de quem é mais próxima e conhece há tempos. Além dessas duas, por causa de Beth, ela também acaba ficando próxima de Katherine, uma menina revoltada e “perigosa”, com uma família ainda mais desestruturada que a sua. Tudo parece normal, até seu pai aparecer de surpresa no dia de seu aniversário e Ruby, nervosa, ir embora dramaticamente, seguida pelas amigas. Ela tenta fazer de tudo para esquecer o que aconteceu há tempos atrás e o que significa a “volta” do seu pai. 

Só que muitas coisas ainda acontecem. Ou melhor dizendo, nem tantas. O que me fez dar uma nota não tão alta para esse livro foi que eu esperava algo tão diferente do encontrei. Pela história, eu achava que seria sobre uma menina completamente normal, divertida e alegre, que acabava sofrendo um grande baque ao rever seu pai de repente. Só que Ruby é uma menina... Angustiada, pelo que eu senti. E isso poderia ter sido uma coisa que eu amaria nela, se a história não se desenvolvesse como aconteceu, se eu sentisse que ela tivesse melhorado durante o livro. Não que ela não tenha mudado, porque isso aconteceu sim. Mas simplesmente... Eu não consegui chegar e pensar “Nossa, que protagonista interessante!”. E para eu achar isso, ela não tinha que ser feliz nem nada. Ela tinha que ter aquele fator – que cada autor põe da sua própria maneira – que me faz pensar isso.

Mas o meu maior problema não foi a protagonista. No final das contas, eu até gostei dela. O problema foi como a Siobhan escolheu desenvolver a história. Eu me sentia, várias vezes, como se eu estivesse sendo enrolada, andando em círculos sem chegar em nenhum lugar de fato. E eu já tive esse tipo de experiência com a mesma autora. Ela tem pontos fortes no livro, como a maneira que descreve como Ruby se sente, mas, ao mesmo tempo, ela não nos dá informações que me fizeram não querer parar de ler.

Confesso que, nos momentos em que Ruby se soltava mais (outra característica dela é essa, estar sempre “presa” a algo. Mas isso faz parte de como ela foi criada, devido ao lance do pai dela e tudo o mais), era quando eu mais gostava. Charlie, seu namoradinho, foi encantador e eu acabei torcendo para que os dois ficarem juntos... E achei que, no final, as coisas ficaram mal-resolvidas entre eles, como uma grande reticência. As amigas de Ruby... São normais. Não posso dizer que não gostei, porque eu acho sim que são boas amigas. Mas que a Beth não era uma das melhores e que deu várias mancadas com a Ruby... Sem dúvida.


Mesmo assim, o livro é bonito – essa é uma ótima palavra para descrevê-lo. Uma das coisas que eu mais gostei e ao mesmo tempo desgostei (porque eu sou assim mesmo, sempre em dúvida) foi que ele não fechou todas as pontas. Claro que algumas poderiam ter sido um pouco mais bem terminadas, mas isso também foi bom, porque mostrou que a vida é algo efêmero, que muda o tempo todo. Nem tudo dá certo e nem sempre as coisas acontecem como queremos. Nesse ponto, não nego, a Siobhan sabe escrever muito bem.

É um bom livro para passar o tempo, mas não vá lê-lo com grandes expectativas. Simplesmente leia, aproveite e tire suas conclusões.

(Três estrelas - 7,75)

Autor(a): Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012 (Brasil) / 2008 (Original)
Páginas: 224 (Brasil) / 256 (Original)
Nome original: A Little Friendly Advice
Coleção: -

3 comentários:

  1. Oi Isa! Diferentemente de você, não consegui gostar nem um pouquinho desse livro (minto, o Charlie é um amor, rs). Também achei que a autora ficou enrolando, enrolando e no final não chegou à lugar nenhum. :/

    "Não sou este tipo de garota" foi o primeiro livro que li dela e gostei muito, tanto que entrou pra minha lista de favoritos. Mas daí, fui ler esse com todas as expectativas do mundo e tive uma decepção gigantesca... Bom, espero que ela melhore no próximo livro! rs


    Gostei da sua resenha!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Eu não me interessei muito não, acho que não faz o tipo de livro que curto ler, mas ok. Boa resenha.

    @awnste

    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
  3. Ganhei esse livro numa promoção, mas ainda não li. Desde que ele chegou pra mim, eu dei uma folheada e li algumas resenhas, percebi que era só um livro pra passar o tempo mesmo, por isso ele ainda tá encostado, hahaha. Um dia desses pego ele pra ler.

    Adorei sua resenha. Soube apontar os pontos positivos e negativos do livro muito bem. Vou tentar visitar o blog mais vezes, gostei bastante.

    Beijos!
    http://lereaminhapraia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.