[Resenha] Dizem por aí..., de Jill Mansell



Sabe aquele livro que você acha simplesmente adorável, cujos personagens são tão engraçados e bonitinhos? Pois bem, Dizem por aí... É bem por aí. Na verdade, se ele fosse transformado em um filme (o que seria ótimo), seria uma ótima comédia romântica.


Tudo começa quando o namorado de Tilly, nossa protagonista maluquinha e engraçada, a deixa e, transtornada, vai visitar a melhor amiga, Erin, numa pequena cidadezinha do interior da Inglaterra, Cotswolds. Ela, então, numa decisão repentina, resolve ficar na cidade e ser a “faz-tudo” do negócio de design de Max, um cara adorável com uma filha muito divertida, Lou. Logo Tilly que nem tudo será fácil, afinal o melhor amigo de seu patrão é ninguém menos que Jack Lucas, o pegador da cidade.


Ah, que livro fofo. Tilly é daquelas protagonistas que sempre se metem em confusão, que falam as coisas sem pensar e acabam se enrascando por causa disso. Os diálogos envolvendo-a são bem legais, além de ela mesma ser bem bacana. Ao mesmo tempo, ela também sofreu um grande baque, ser deixada pelo namorado, mas resolve não ficar chorando pelos cantos e fazer uma mudança na vida. A Tilly me lembrou muito aquelas protagonistas dos romances da Meg Cabot, como a Jane de Todo Garoto Tem. Isso não significa que não gostei dela, porque – pelo contrário – eu adoro esse tipo de protagonista meio louquinha. Aliás, fazendo um comentário meio nada a ver, acho que ela se daria muito bem com a Delilah, do Qual seu número?, afinal, como diz o ditado: “você precisa ser um louco pra reconhecer outro”, HAHAHA.


Além da protagonista, todos os demais personagens são tão interessantes! A cidade em si, por ser pequena, é uma graça. Sabe aqueles lugares que você adoraria conhecer, porque tem certeza que amaria a paisagem e as pessoas lá te receberiam super bem? Então, é essa a sensação que Cotswolds me passou! A melhor amiga da Tilly, Erin, também tem uma história própria, o que eu achei uma boa estratégia da Jill, porque, mesmo que ela não seja a protagonista, também torci para que tudo desse certo para ela. A amizade das duas é bem daquelas “quase irmãs” e isso também foi bacana. A amizade é uma coisa muito importante e, nesse livro então, foi fundamental.


Jack Lucas, nosso querido pegador, se revelou alguém diferente do que eu esperava. Não fiquei apaixonada por ele, mas certamente ele e a Tilly se completam totalmente. A forma como eles acabaram desenvolvendo a relação foi meio fraca, não gostei muito porque achei que acabou faltando um grande “BOOM!” (além do que já teve). O Max, ah... Ele é uma graça de pai para a Lou, uma menina muito carismática e divertida. Eles também têm uma história à parte, mas dessa eu acabei não gostando muito da conclusão, porque eu esperava algo totalmente diferente.


Outra coisa que eu gostei muito desse livro, além da fofura: eu dei risada. E, honestamente? Me surpreendi bastante com ele. Nunca tinha lido nada da Jill, mas eu realmente não esperava algo bom assim. Tem de tudo: cenas engraçadas, cenas constrangedoras (que na maioria das vezes envolvem a Tilly, claro!) e cenas emocionantes. É um pacote completo para quem gosta de um bom romance e personagens que te fazem suspirar e sorrir.


 
+ Favorito!
(Quatro estrelas - 9,0)

Autor(a): Jill Mansell
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012 (Brasil) - 2009 (Original)
Páginas: 430 (Brasil) - 410 (Original)
Nome original: Rumour Has It
Coleção: -

4 comentários:

  1. Tem selinho para você lá no meu blog !! Espero que goste !!
    Beijos
    * Apaixonada por Livros *

    ResponderExcluir
  2. Esse foi um dos livros que mais me surpreenderam ano passado pois a capa nao me chamava a atenção. Mas adorei o livro, a narrativa, o modo como a autora relaciona todos os personagens da trama. Realmente fantástico!

    Beijinhos,
    Thais Priscilla
    http://thaypriscilla.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. A capa é feinha mesmo, mas eu gostei bastante do livro. Ele me pegou de surpresa, pq nem achava que iria ser essas coisas, acabou sendo ótimo! Eu tbm toda hora pensava "isso daria uma boa comédia romântica" hahaha


    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que fui a única que simplesmente gostou do livro e mais nada...queria ter adorado ele mas não consegui não.

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.