[Resenha] Diário de uma garota nada popular, de Rachel Renée Russen


Comentando neste post, você ganha um chance extra na promoção "A janela de Overton"! (http://bit.ly/q2sMSQ)

Esse foi um daqueles livros que eu sempre via na livraria e nunca pensava em comprar, porque... bem, não achava que ia ser meu estilo. Eu adoro a coleção "Querido diário otário", porque tem um humor ácido que em qualquer livro que gosto, tem que ter. E o nome desse livro me fazia imaginar que a protagonista era uma complexada com a vida não tão fabulosa (citando o título em inglês).

E de certa forma, é. Nikki é uma garota de 14 anos que acabou de se mudar para uma nova escola - uma nova escola particular que ela só pode entrar porque seu pai dedetiza a tal escola. Ela é o que a grande maioria das adolescentes são, atualmente: adoram música pop, vivem lendo fofoca das celebridades e sonha em encontrar o príncipe encantado. E eu não estou julgando-a por agir assim, apesar de eu não ser assim e achar que esse tipo de comportamente, exageradamente, pode causar muita coisa ruim.

Por exemplo: quando ela ganha esse diário, ela está morrendo de vontade de ganhar um novo celular, um iPhone, porque isso é o que todas as garotas populares estão usando e ela precisa e ai-meu-Deus, é algo tão necessário (falando do jeito dela). Mas suas expectativas são frustadas quando ela só ganha esse diário chato e fala que nunca vai escrever nele. Bem, ela acaba transformando-o num amigo, escrevendo todo dia e falando seus sentimentos (exatamente pra que serve um diário).

E no meio da sua vida há diversos personagens (não me perguntem os nomes): suas duas amigas meio doidas, mas completamente honestas, as rainhas populares chatas e típicas, aquele garoto lindo, os pais chatos, etc. E a Nikki é bem doida, pra completar, não um doida como a Jamie do livro que citei no começo, mas um doida estilo: "Eu preciso me tornar popular a qualquer custo!!!" e ao mesmo tempo, ela é tão fofa e divertida, sem precisar se esforçar. Ou seja, ela não precisa ser popular pra ser feliz, ela simplesmente acha que precisa. E isso foi um dos aspectos mais chatos da Nikki: ela quer ser popular a todo e qualquer custo, morre de invejas das garotas populares, fala sobre  isso sempre. E apesar de ela atravessar vários obstáculos, mostrando que essa vida não vale a pena, mesmo assim ela não muda de jeito. Mas, pelo menos, diminui um pouco essa obsessão.

E agora, meu momento surtando total: a Nikki trabalha na biblioteca da escola *momento omg!* junto com aquelas duas amigas, Chloe e Zoey e há em Nova York (ou Washington, não me lembro ao certo), uma espécie de reunião de autores e leitores, tipo uma Bienal, só que lá nos Estados Unidos. Na verdade, eu acho que já ouvi até falar desse encontro nos blogs internacionais. E a coordenadora da biblioteca fala que vai levar três das ajudantes da biblioteca pra esse encontro, onde eles podem encontrar todos aqueles autores maravilhosos, como o Rick Riordan e a Meg Cabot!!! E a Nikki fica tipo "nossa, qual é a graça disso?", enquanto as amigas (eu!) ficam extasiadas. Eu quase morri de invejas das garotas nessa parte... Ai, se eu pudesse ir num desses... rs

O livro é bom, é engraçado, é perfeito pra se ler num momento descontraído, feliz: eu, por exemplo, li enquanto estava viajando, passando um tempo lá em São Paulo. Não crie grandes expectativas, suporte Nikki um pouco e posso garantir: você vai se divertir bastante com as maluquices dessa garota! A narrativa, que é em primeira pessoa pela Nikki, faz você soltar uma ou outra risada, pelos pensamentos meio doidinhos da protagonista... e é um daqueles livros que você lê bem rápido, sem se esforçar. Indicado para um "break" no meio de leituras mais pesadas! :)

Nota geral: 8,0 (ou 3 estrelas)

Autor(a): Rachel Renée Russel
Editora: Verus (selo da Record) / Aladdin (Estados Unidos)
Ano:  2010 (Brasil) / 2009 (Estados Unidos)
Páginas:  282 (288 no original)
Nome original: Dork Diaries: Tales from a not-so-Fabulous Life
Coleção: Dork Diaries (nome da saga em inglês)






Links:

Book trailer (em inglês):

5 comentários:

  1. adorei o book trailer, ficou bacana a sua resenha. gostei bastante.
    beijos
    boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Não sei se quero ler, mas achei engraçadinho... de repente eu coloco na pilha.

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  3. Definitivamente não é o tipo de livro para mim.

    ResponderExcluir
  4. Ei Isa!
    Tb acho que é um livro para ler entre leituras mais pesadas.
    O livro é fofíssimo, né?! As ilustrações são uma graça.
    Bjins

    ResponderExcluir
  5. É um livro bem teen,não sou muito chegada,mas deve ser bom para quem gosta desse tipo de leitura. =)

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.