Comentando neste post, você ganha um chance extra na promoção "A janela de Overton"! (http://bit.ly/q2sMSQ)


Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!

♥ Leitura do Momento:
- Cabeça de Vento, de Meg Cabot.

♥ Li Essa Semana:
- O Céu Está em Todo Lugar, de Jandy Nelson;
- Garota Apaixonada em Apuros, de Carolina Estrella.

Seção inspirada no  "In my Mailbox" do blog  The Story of Siren, em que compartilhamos os livros que chegaram pelo correio, no meu caso, não necessariamente semanalmente.

Comentando neste post, você ganha um chance extra na promoção "A janela de Overton"! (http://bit.ly/q2sMSQ)

Oi gente, como vocês estão? Felizes com esse sábado super lindo e cheio de sol? Espero que sim \o/.
Essa semana chegou algumas coisas muito lindas, então não se admire se eu der alguns surtos nos comentários :)

Ganhei (2)
Comprei (1)
Book Tour (1)

Como vocês já sabem (qualquer bom blogueiro ou simplesmente leitor da blogosfera sabe!), a Bienal do Rio está aí na nossa porta e não param de chegar boas notícias sobre ela pena que não vou poder ir, por isso TRAGAM BRINDES!... Já foram vários autores/autoras confirmados e agora temos mais 13 autores! É ou não é pra ficar animado?
Por isso, fiquem atentos: eles estarão lá durante o dia 2 e 3 de setembro, sexta e sábado... Dois dias ótimos, então sem desculpas se você mora no Rio ou se lá na Bienal :)

Autores - Livros mais recentes lançados:

Liana Cupini - Antes tarde do que mais tarde.
Ana Paula Bergamasco - Apátrida.
Allan Pitz - O peixe de calça jeans e outras histórias.
Marcos Bulzara - O arquiteto do esquecimento.
Márcio Sheibler - Irresistivelmente Fatal.
Carol Estrella - Garota apaixonada em apuros.
Fabio Guolo - Draco Saga: o despertar.
Babi Dewet - Sábado à Noite.
Luciane Rangel - Trilogia Guardians.
Bianca Carvalho - Jardim de Escuridão.
Mare Soares - Chantilly.
Larissa Siriani - As bruxas de Oxford.

São autores super conhecidos e todos super desejados por mim o/. Então, estão esperando pra ir na Bienal e pegar brindes, autógrafos e diversão? ;D

A história começa com dois políticos conversando sobre o sumiço de uma enorme quantidade de dinheiro -- e pior: toda essa grana foi desviada de cofres públicos por eles e alguém "roubou" deles, empregando o dinheiro em ações de caridade, seja para associações de assistência a criança ou doando leite para alguma creche. Agora, eles estão numa bica de sino: não podem falar que tal dinheiro sumiu, já que é sujo, nem aceitam ficar quietos, depois de tanto trabalho juntando. E logo se nota que não é só com esses políticos - brasileiros, por sinal - que acontece. Sumiços na Argentina e até mesmo na Inglaterra, da família real, estão acontecendo! Quem seria esse Robin Hood dos tempos atuais?

Nicolas Flynth, um famoso investigador, se sente atraído pela estranheza de tal caso e resolve investigar... e o que ele descobre não é nem de longe parecido com qualquer caso que já tenha visto antes: um pergaminho, um pergaminho deixado por Cristo, e que tem altos poderes. Todos que o conhecem, estão atrás dele. E adivinhe com quem está esse papelzinho? É claro, com Nicolas. No meio dessa jornada completamente inesperada, ele descobre traições, mentiras e... o amor.

Realmente, estou me superando nas sinopses ultimamente! Sério, vou começar a criar as minhas próprias :p. Mas falando sobre a história, eu estava meio atolada quando li, no entanto, a história não deixou de ser agradável, com algumas pitadas de mistério e romance. Nicolas é inteligente e levemente arrogante mas ainda prefiro o Holmes :)... Quando ouve falar desse estranho caso, está de férias, mas mesmo assim aceita. Há vários personagens secundários, na verdade, o grande personagem aqui é Nicolas e aquela-pessoa-que-eu-não-posso-falar-quem-é. Os outros tem importância, mas dá pra ver que é o início de uma história     que tem potencial. No entanto, não foi aquela coisa incrível, estilo você-tem-que-ler. Foi bom, foi agradável e possui algumas ideias realmente legais.

"- (...) Dizem que a chama do amor jamais se apaga, mesmo que exista a distância ou a morte. Quando há morte, o amor muda de forma, transforma-se em saudades, mas jamais, novamente digo, ele deixa de ser um amor verdadeiro." (pág. 111)

Por mexer com coisas religiosas, você tem que ler com a mente aberta, sabendo que é um livro e totalmente fictício, porque tem alguns questionamentos e "verdades" que são bem diferentes do que os cristãos acreditam. Mesmo assim, você consegue acreditar na história... Bem, a maior parte. Algumas explicações falharam, mas nada que não seja compreensível, sendo que é o primeiro livro do autor de ficção e o primeiro de uma série. Teve duas coisas que eu realmente não consegui aceitar: a) Nicolas é brasileiro. Sua família é de Brotas. Então, por que eles tem todos nomes estrangeiros? O nome deles é o menos internacional, mas de sua irmã (que não lembro agora), é completamente não-brasileiro. Sei que pode parecer bobeira, mas conta muito na história! Os nomes são coisas muito importantes, mesmo que não pareçam. b) A repetição! Por exemplo, no final de um capítulo, digamos que ele disse "Então Nicolas foi até Brotas, para ver sua família, pois estava com muitas saudades". No começo do capítulo seguinte, é assim "Nicolas foi a Brotas, para rever sua família, já que a saudade era grande". Muda as palavras, mas não o significado! Há casos mais chatos... mas esse é um que me lembro. Esses dois itens foram empecilhos na leitura, e torço para que a continuação melhore. A revisão foi regular, um ou outro errinho, nada grave. A narrativa, em 3ª terceira pessoa no passado, foi boa, tirando aquela parte da repetição.

É uma boa história, eu não me arrependo de ler e como não tinha altas expectativas, não me decepcionei. O autor é mais um que prova que nossa literatura tem sim, coisa boa (além dos clássicos)!

Nota geral: 8,0 (ou 3 estrelas)

Autor(a): Hermes H. Lourenço
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira (Novo Século)
Ano: 2010
Páginas: 240
Nome original: - 
Coleção: -












Ah, voltamos pra dar uma notícia SUPER legal: a Editora Pensamento está lançando um novo selo, pra fazer companhia com a Cultrix e a Seoman: Jangada, este dedicado para a ficção.

Com o objetivo de alcançar novos espaços e ampliar o público leitor, o Grupo Pensamento lança o novo selo: Jangada. Segundo o diretor-presidente, Ricardo Riedel, reunindo títulos nas áreas de ficção fantástica e histórica, a criação da nova linha editorial amplia os temas oferecidos aos leitores. “Apesar de já termos publicado em nossos selos atuais algumas obras de ficção, decidimos criar uma linha editorial específica para a área, reforçando ainda mais a presença do grupo no mercado”, afirma Ricardo Riedel.
O nome Jangada veio através de algo em comum entre os integrantes da família Riedel: a paixão por barcos. O Logotipo foi inspirado em uma das obras de arte do famoso pintor Carybé, que teve inclusive alguns de seus álbuns publicados pelo grupo editorial. Além disso, o artista plástico foi amigo pessoal do Sr. Diaulas Riedel, pai de Ricardo e diretor-presidente do grupo até 1997.
Com dois outros selos lançados, agora chega a Editora Jangada, voltada para o público em geral, mas principalmente jovem-adulto, oferece um amplo leque de títulos de qualidade. De acordo com Ricardo Riedel, a editora chega para reforçar ainda mais a presença do Grupo Editorial Pensamento no mercado editorial brasileiro. “O nosso objetivo é ampliar os horizontes da leitura”, finaliza Ricardo Riedel, com a frase que impulsionou a criação do novo selo.

Eu achei super legal o lançamento desse selo, voltado para os jovens... pra vocês verem como é um mercado que está crescendo cada vez mais :D

Agora, confiram os lançamentos!

Nascida à Meia-Noite (Saga Acampamento Shadow Falls - volume 1), de C. C. Hunter
Kylie Galen está na pior. Seus pais vão se divorciar, seu namorado acaba de romper com ela e uma noite, depois de ser presa por estar na festa errada, com as pessoas erradas e na hora errada, é enviada pela mãe para Shadow Falls – um acampamento para adolescentes problemáticos, localizado numa cidade chamada Fallen, no meio de uma misteriosa floresta. Isso muda sua vida para sempre. Poucas horas depois de chegar, ela descobre, assustada, que seus colegas não são apenas “problemáticos”. Kylie nunca se sentiu normal, mas também não se considera como uma daquelas aberrações paranormais. Ou será que ela é? Em Shadow Falls, vampiros, lobisomens, metamorfos, bruxas e fadas aprendem juntos a desenvolver seus poderes, controlar sua magia e viver no mundo normal.
No entanto, as coisas tomam um rumo diferente quando dois carinhas interessantes entram em cena. Derek, um fae que possui poderes mágicos, quer a todo custo ser seu namorado e Lucas, um lobisomem com quem ela partilha um passado secreto. De início, tudo o que Kylie deseja é sair de Shadow Falls e voltar para casa. Porém, com Derek e Lucas ocupando um lugar cativo em seu coração e depois de descobrir que ela própria tem estranhos poderes, talvez sua vida nunca mais volte a ser a mesma...
Comentário: gente, que lançamento super legal! Eu já conhecia o livro lá fora há algum tempo e achei bem legal a iniciativa da Jangada de lançar aqui... e aliás, quem lembrou de Hex Hall lendo a sinopse? Se seguir o mesmo estilo (mas não igual, obviamente), aposto que será um sucesso!
Há alguns outros lançamentos, mas sem a capa divulgada...
The Secret Society of the Pink Crystal Ball
A Sociedade Secreta da Bola de Cristal Cor-de-Rosa, de Risa Green
Na companhia das duas melhores amigas, Erin vive feliz. Quer dizer, não completamente, porque acha sua vida totalmente sem graça. Para que fique mais interessante, ela faria qualquer coisa para ganhar um concurso cujo prêmio é uma viagem à Itália. Mas para isso precisa escrever uma dissertação explicando por que ela deveria ser escolhida... Mas escrever o quê? Se nada nunca acontece em sua vida... Bem, quase nada. Quando sua tia favorita morre, Erin recebe de herança uma misteriosa bola de cristal cor-de-rosa. Quando viva, tia Kiki (também conhecida como titia Eskikisita) sempre viveu fora dos padrões convencionais.
Mas agora Erin e suas duas melhores amigas estão convencidas de que a bola de cristal cor-de-rosa é a chave do futuro das três – ou pelo menos a chave para arranjarem um namorado e viverem incríveis aventuras. E o que garotas adolescentes poderiam desejar? Peitos maiores? Um encontro romântico? Livrar-se das colegas de escola que as atormentam? No início elas encaram tudo como uma grande brincadeira e não levam a sério os pedidos mirabolantes que fazem à bola... Até que as coisas que queriam começam realmente a acontecer. Será magia ou apenas coincidência? Em meio a tudo isso, elas começam a sofrer bullying, ameaças e as coisas começam a ficar sérias e fora de controle. A magia também tem sua lógica e suas explicações, e talvez essa seja a principal questão. Coisas divertidas podem acontecer quando você se envolve com magia, principalmente quando elas não saem da forma como você esperava...

Comentário: achei a capa original super fofinha, me lembrou It started with a dare, aquela pegada mais leve, sabe? Não sei qual a capa nossa, mas tomara que passe essa sensação! :)

Como (quase) namorei Robert Pattinson, de Carol Sabar
Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs do Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen.  Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente. O que ela não esperava era conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan que é, nada mais nada menos, do que a cara do ator Robert Pattinson! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood. Uma história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, para você chorar de rir!

Comentário: pode ter até vampiros na história, mas fica só na cabeça da Duda! A autora, Carol Sabar, é nacional... a capa também não foi divulgada, mas essa imagem estava no blog da Carol e resolvi por (pra não ficar sem nada). Acho que a história deve ser bem divertida, e um pouco zoada... Quero ler!

O ouro de Mefisto, de Eric Frattini
Abril de 1945. Entre os escombros de uma Berlim arrasada, no bunker da Chancelaria, Hitler, rodeado de seus incondicionais companheiros, enfrenta suas últimas horas. Contudo, o fim da guerra na Europa e o princípio da nova ordem impostos pelos Aliados não conseguem destrinchar algumas inquietantes incógnitas: que papel desempenhou o Vaticano na fuga dos criminosos de guerra? Hitler e Eva Braum se suicidaram mesmo no bunker?
Os banqueiros suíços realmente guardaram o ouro dos nazistas que estava no Banco do Reich, produto de suas pilhagens criminosas? O que havia nas enigmáticas caixas enterradas nas águas escuras e frias do lago Toplitz? Existiu realmente a temida Organização ODESSA e sua determinação futura em criar o Quarto Reich? Quem se escondia por de trás do codinome “O Predestinado”? O autor concentra a trama em seus personagens principais, o ambicioso seminarista August Lienart e a misteriosa guerrilheira Elisabetta Darazzo, e em sua missão: impedir o futuro surgimento do Quarto Reich.  Um thriller histórico, do mesmo nível do clássico O Dossiê ODESSA do aclamado Frederick Forsyth, com uma trama fantástica e vertiginosa que tem tudo para superar essa obra-prima da literatura de suspense. 

Comentário: sem capa divulgada também,  essa é a original (em espanhol)! Parece ser bem tenso o livro, cheio de indagações que nos faz pensar se a história que nos contam é realmente a verdadeira... promete!

TempestTempest, de Julie Cross
O ano é 2009.  Com 19 anos de idade, Jackson Meyer é um cara normal   ... ele está na faculdade, tem uma namorada... e pode viajar através do tempo. Mas não é como nos filmes ele não muda nada no presente, após seus saltos, não cria problemas no espaço-tempo nem tem que consertar capacitores de fluxo que funcionam mal, no estilo do filme De Volta Para o Futuro. Para ele, a viagem no tempo é apenas uma diversão inofensiva.
Até que um dia estranhos invadem sua casa, e sua namorada, Holly, é morta a tiros, durante uma luta. Em pânico, Jackson consegue dar um salto no tempo, voltando dois anos e indo parar em 2007. Mas esse salto não é como os anteriores. Agora ele está preso em 2007 e não pode voltar ao futuro! Desesperado, à procura de uma forma de voltar a 2009 e salvar Holly, Jackson não vê outra saída a não ser se estabelecer em 2007 e aprender o máximo que puder sobre suas habilidades.
Não demora muito até que as pessoas que atiraram em Holly em 2009 saiam no encalço de Jackson, no passado. Nada vai deter esses agentes da "Enemies of Time" na tentativa de recrutar esse poderoso viajante do tempo – ou matá-lo. Juntar as pistas sobre seu pai, sobre o grupo  Enemies of Time”, e ele mesmo. Essa é a missão de Jackson, e ele tem que decidir até que ponto está disposto a ir para salvar Holly ... e possivelmente o mundo inteiro.

Comentário: SURTEM COMIGO POR ESSE LANÇAMENTO!! Eu já conhecia o livro por meio dos blogs internacionais, acho a capa original a coisa mais linda e a história, super legal! Ok, me lembra o filme Jumper, mas whatever, deve ser bom do mesmo jeito. A má notícia? Vai ser lançado lá fora só em Janeiro do ano que vem!
Amei amei amei todas as novidades! Que jeito maravilhoso de começar o selo, hein? E vocês, quais lançamentos são os mais aguardados?

O "Na Pilha" é um meme aonde eu mostro meus últimos desejos literários (geralmente os Internacionais) que eu acho no Skoob, no GoodReads, na Amazon, no Book Depository, em blogs internacionais e daqui... ;) (Totalmente inspirado no meme de mesmo nome da Carol!)

Yey, mais um Na Pilha! E com desejadíssimos... pra variar. Mas tem livro distópico, gente *-*.

 
Dark Parties, de Sara Grant.

Neva, de 16 anos, vive aprisionada desde seu nascimento. Ela nasceu e foi criada sob a Protectosphere ("Esfera Protetora), numa nação isolada governada por medo, mentiras e xenofobia*. Um escudo "protege"-os do mundo de lá de fora, mas também prende os cidadões dentro. Mas não resta nada do outro lado dessa proteção, desde que o mundo entrou em colapso, por causa de muitas guerras violentas. Pelo menos é o que o governo diz...
Neva e sua melhor amiga Sanna acreditam que o governo está mentindo e montam uma "festa obscura" (dark party) para recrutar membros para sua revolução clandestina. Mas conforme Neva começa a descobrir a verdade, ela percebe que ela deve questionar tudo que ela sempre conheceu, incluindo as pessoas que ela mais ama.
(sinopse traduzida por mim tá ruim mesmo)
*xenofobia: medo irracional, aversão ou extrema antipatia por pessoas estrangeiras.

Comentários: eu acho que eu vi pela primeira vez esse livro na Amazon, quando estava navegando pelas indicações... a capa não tinha me chamado muito a atenção - na verdade, ela me dá medo :S - mas agora vejo que, sendo um livro distópico, faz todo sentido uma mão cobrindo os olhos, no sentido que o governo omite fatos bem importantes dos cidadões. Esse distópico me chamou atenção também porque a protagonista da vez, Neva, não acredita nessa sociedade e organiza festas secretas, diferente da maioria dos livros distópicos, aonde (no primeiro volume, pelo menos) as protagonistas vão se ligando dos fatos aos poucos. Mas gente... o livro promete, viu!
Obs.: eu vi no Book Depository outra capa, da versão paperback (veja aqui), mas achei que fugiu um pouco do contexto da história...

Between Here And Forever, de Elizabeth Scott.
Abby aceitou que ela não pode ser comparada com sua bela e atraente irmã, Tess, faz tempo, e ela sabe exatamente o que é: a segunda melhor. Invisível.
Até o acidente.
Agora Tess está em coma e a vida de Abby está em espera. Talvez tenha sido difícil conviver com Tess, mas não é nada comparado a viver sem ela.
Mas ela tem um plano para trazer Tess de volta, envolvendo o maravilhoso e misterioso Eli, mas então Abby descobre uma coisa sobre Tess, uma coisa que sempre esteve lá, mas ela nunca tinha visto.
Abby está para descobrir que aquela verdade nem sempre é o que você pensa que é, e que aquela vida contém mais coisas que ela jamais pensou que poderia...
(sinopse traduzida por mim tá ruim mesmo)

Comentários: vamos por partes. Primeiro, eu adoraria ler um livro da Elizabeth Scott, pois todos que vejo têm histórias incríveis e bonitas. Segundo, eu acho tão legal o título! Tem tudo a ver com a situação que Abby vive, além de soar bem legal (cá entre nós, até em português não fica ruim! haha). Terceiro, a capa do livro é a coisa mais linda, fofa e simples do mundo. Eu adoro girassóis e essa capa me passa uma sensação meio de calma, meio "o-que-será-que-essa-garota-está-pensando?". Quarto, a história promete! Eu andei lendo umas resenhas em blogs internacionais e confesso, sei alguns spoilers que preferia dormir sem, mas o que será esse mistério de Tess? Hum, deixa curioso o leitor, não? :)

Livro-bônus (ok, edição especial!)

Accomplice, de Eireann Corrigan.
Quão longe você iria?
O plano deles: um sequestro falso.
O resultado: imprevisível!
Eles tem boas notas - mas isso não é bom o suficiente. Eles passam horas no serviço comunitário - mas isso não é bom o suficiente. O orientador de Chloe e Finn diz que as faculdades de elite tem jovens o bastante com boas notas e com um currículo perfeito, então Chloe decide que eles vão ter que chamar atenção das faculdades de outra maneira. Ela e Finn fingirão o desaparecimento de Chloe, e então, quando a CNN estiver no batente de sua porta e a população, fisgada, Finn a achará e a salvará. Parece o plano perfeito - até as coisas começarem a dar errado. Muito errado.
Era para ser um crime sem vítimas. Era para Finn ser o bom cúmplice, e Chole, o objeto escondido da atenção. Mas quando as coisas ficam tensas, situações ficam mais e mais extremas... e o que uma vez pareceu algo sem vítimas, não parece mais tão inocente.
(sinopse traduzida por mim tá ruim mesmo)

Comentários: ah, vai dizer que não figou interessado? Eu adorei essa sinopse doida e apesar de não ser muito o meu estilo de livro, parece ser um daqueles que você não consegue parar de ler *-*. E a capa também tem tudo a ver com a história, já que era pra ser um sequestro falso, mas no final... bem, nada é tão inocente mais. Chloe e Finn parecem ser jovens psicopatas com todo esse plano doido, mas é isso que torna o livro interessante. WISH LIST!

E vocês? Quais são seus últimos desejos literários? Gostaram desses aí? Já conheciam?
Esse é  a versão brasileira do Book Blogger Hop que as garotas do Murphy's Library começaram! (a versão original é da Jennifer, do Crazy for Books). A ideia é conhecer um pouco mais sobre a blogosfera!
Como é? Bem simples: quem quiser postar o meme bota o selo do Book Blogger, responde a pergunta da semana e linka o seu post lá no Murphy's Library! Toda semana tem uma pergunta diferente.

A pergunta dessa semana é:

Qual o livro mais longo que você já leu?

Essa pergunta parece fácil, mas não é tanto assim... eu já li vários livros, mas tem alguns que eu (ainda) não tenho na minha estante. O livro mais longo que me lembro de ter lido -- pelo menos esse ano -- foi A hospedeira, da Stephenie Meyer. O livro é enorme, mas a coisa mais fofa do mundo :)
Outro que também tem mais que 500 páginas foi Gone, do Michael Grant. Também adoro esse aqui, foi o meu favorito do ano passado.
Isso, claro, se eu não contar a saga Harry Potter, porque certamente jamais li outro livro tão grande quanto Harry Potter e a Ordem da Fênix! haha.

E vocês? Leem muitos livros grandes? Gostam disso? Comentem e deixe uma blogueira feliz :)


Comentando neste post, você ganha um chance extra na promoção "A janela de Overton"! (http://bit.ly/q2sMSQ)


Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!


♥ Leitura do Momento:

- O Céu está em Todo Lugar, de Jandy Nelson.

♥ Li Essa Semana:

- Crescendo, de Becca Fitzpatrick () - FINALMENTE *O*

♥ Assisti essa semana:
Série:
- Pretty Little Liars 2x10 (★★★).

Comentário: não gostei muito, já teve episódios melhores :/



♥ Resenhi Essa Semana:
- A Janela de Overton, de Glenn Beck;
- Diário de uma garota nada Popular, de Rachel Renée Russel;
- Leo e as caixas de música, de Ricardo Prado.

♥ Super Posts:
Promoção "A janela de Overton" (comente e ganhe uma chance extra! xD);

 Última Compra:
Sem nada, mas já tem coisa de novo no carrinho do Book Depository...

♥ Ganhei Essa Semana:
- Moon over manifest, de Clare Vanderpool;
- Carpe Diem, de Autumn Cornwell.
- Marcadores, caderninho, tags, planfetos.
- Nibbles *-* (veja aqui quem é esse fofo!)

♥ Desejo Comprar Urgentemente:
- Interligados (+38);
- Lonely Hearts Club (+13);
- O Herói Perdido, de Rick Riordan (+5).
(e mais coisas, como você pode ver lá na lista de desejados do Skoob...)

♥ Feito da semana:
Não sei... reorganizar minha estante conta? haha.

♥ Conversa Imaginária Com Personagem Fictício:
* Eu não acredito que estou falando, mas vocês não são tão chatos no final das contas! :) - para Nora e Patch (a Marcie continua sendo chata rs) [Crescendo].

* Lennie, eu sinto muito pela sua irmã, mas você tem que pensar em outras coisas que não sejam beijar o namorado dela... - para Lennie [O céu está em todo lugar].

♥ Eu Falaria Para O Autor:
* Sua fofa, estou adorando seu livro! - para Jandy Nelson.

♥ Estado de Espirito Literário:
Yey, leituras em ordem. Ou quase isso haha.

♥ Literary Crush (paixão literária do momento):
Eu até gostei do Patch [Crescendo], mas ele não chegou a tanto, não. Por isso, fico com o Joe [O céu está em todo lugar], que é muito fofinho *-*.
(Obs.: e estou com saudades da língua afiada do Jace)

♥ Literary Friend (amizade literária do momento):
Lennie [O céu está em todo lugar], porque às vezes ela me lembra eu mesmo... e Vee [Crescendo] porque ela melhorou muito do primeiro livro pra esse!

♥ Queria ver no Brasil:
- Two-way Street, de Lauren Barnholdt (+37);
- Amy and Roger's Epic Detour, de Morgan Matson (+36);
- Della Says: OMG!, de Keris Stainton.

♥ Im in mood for... (gênero literário do momento):
Livros com personagens cativantes :)

♥ Super Quote (página aleatória de um livro que estou lendo ou um quote legal!):

Quote random:
"A vovó, Big e eu com certeza estamos totalmente loucos, correndo livremente pelo parque - todos em direções opostas."
O céu está em todo lugar, pág. 99.

Quote escolhido:
“Abaixei-me apenas o suficiente para sentir o cheiro do conteúdo da garrafa.
Afastei-me imediatamente, sentindo um ardor no fundo da minha garganta.
- O que é isso? - perguntei, meio engasgada. - Querosene?
- Minha receita secreta. Se eu lhe dissesse o que é, teria que matá-la.
- Não é necessário. Tenho certeza de que seu bebesse isso o resultado seria o mesmo."
Crescendo, pág. 172.

♥ Hey Mr, Postman (última coisinha que chegou do correio):

♥ Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):

Eu acho que o clipe tem várias falhas (nem vou falar nada), mas a música é bem legal e a voz desse garoto é linda *-*.
Obs.: é a Ariana Grande, de Brilhante Vitória no clipe, né? :s
Seção inspirada no  "In my Mailbox" do blog  The Story of Siren, em que compartilhamos os livros que chegaram pelo correio, no meu caso, não necessariamente semanalmente.

Vocês realmente acharam que eu tinha desistido (de novo) de fazer o In my mailbox? Pois verão que estão errados! Ok, chega de slogans usadas até a morte... vamos ao que interessa.
Eu não fiz essas últimas quatro edições (a número 17 é a dessa semana) porque
a) Na #13, eu estava com preguiça.
b) Na #14, estava em São Paulo.
c) Na #15, minhas aulas estavam voltando e eu estava sem câmera, pois minha mãe viajou e levou a única que temos (já que a minha quebrou =/).
d) Na #16, eu ainda estava sem câmera (até tentei tirar fotos com a webcam, mas vamos ser francos, não deu certo).
e) Na #17, eu estava sem câmera e sem humor.
Explicados os motivos, já vou avisando aos passageiros que essa edição será enorme, gigante, de cair a boca de vocês e quem comentar ganhará um abraço virtual ;*.